Publicidade e marketing na advocacia-quais as melhores estratégias?

Marketing Jurídico e Publicidade: qual a melhor estratégia?

Publicidade e marketing na advocacia-quais as melhores estratégias?

Que os tempos estão mudando você já deve ter percebido. A pergunta certa é: e você? O que tem feito para acompanhar essas mudanças? Pare agora e reflita comigo. Observe como as relações de consumo estão mais rápidas, mais próximas e mais escaláveis. Eu mesma já vi alguns prints da Netflix interagindo com os seus seguidores e clientes. E você? Como tem interagido com seus clientes e potenciais clientes? Tem utilizado a internet, estratégias de Marketing e Publicidade? Ou continua acreditando que a indicação é a única ferramenta de prospecção possível na advocacia? Se você tem dúvidas sobre o assunto ou respondeu sim para algumas dessas questões, vem que esse artigo é para você.  Aqui vamos discorrer sobre: Publicidade e marketing jurídico, na advocacia-quais as melhores estratégias?

Publicidade e Marketing- são sinônimos?

Nesse artigo aqui (O mais completo Guia sobre Marketing Jurídico) discorri sobre os conceitos de Marketing e Publicidade. Muitas pessoas o tratam como sinônimos, mas na verdade eles não são. A Publicidade é uma das ferramentas utilizada dentro das estratégias de Marketing para atender os desejos dos clientes. Isso porque, a Publicidade visa convencer o consumidor sobre as vantagens de certo produto/serviço, para que o mesmo adquira o bem ou o serviço. É como se a Publicidade fosse uma das estradas utilizadas para que se chegue até o cliente.

Mudanças na Publicidade- Quais as melhores estratégias de Marketing Jurídico e Publicidade?

No entanto, assim como a relação de consumo em si os conceitos de Publicidade e Marketing têm se resinificado a partir disso. Vamos tomar como exemplo a relação entre a Publicidade e a Internet, que é relativamente recente. A Internet possibilita à Publicidade uma forma mais direta de interação com potenciais clientes. Existe muita inovação não só no formato da comunicação (via Redes Sociais, via Whatsapp), mas também com relação à linguagem (cada vez mais clara e acessível).

Evolução do Marketing

O Marketing igualmente segue se desenvolvendo e ganhando mais contornos. Vamos falar brevemente sobre essas mudanças para que você consiga se situar melhor. Só para você ter uma ideia inicialmente existiam os 4P’S do Marketing (produto, preço, praça e promoção). No entanto, hoje esse conceito já evoluiu e podemos falar nos 8P’S do Marketing (produto, preço, praça, promoção, processo, palpabilidade, pessoas e produtividade). A seguir vamos dar uma pincelada do que se entende por cada um desses 8 pilares do Marketing. Confere só:

 

  • Produto:

  • está relacionado às características do seu serviço, enfocando nos benefícios que ele vai trazer ao mercado e os valores que ele agregará aos potenciais clientes.

 

  • Preço:

  • aqui se leva em consideração o tempo, o esforço, a complexidade, os custos e as despesas de cada projeto.

 

  • Praça (momento e lugar):

  • aqui são os meios de distribuição do produto/serviço. É a forma como se entrega o resultado, englobando desde os prazos até os meios de execução.

 

  • Promoção:

  • são as estratégias de divulgação que mostram aos potenciais clientes os benefícios e as singularidades do produto/serviço.

 

  • Processo:

  • representa os fluxos e procedimentos utilizados. A sua importância é no sentido de garantir a precisão do resultado.

 

  • Palpabilidade:

  • aqui se leva em consideração o ambiente onde se presta o serviço, o que engloba desde os cartões de visita até as instalações físicas. Ou seja, não é somente a forma como a empresa interage com o cliente, mas também o local onde isso ocorre.

 

  • Pessoas:

  • se refere aos envolvidos –direta ou indiretamente- na prestação do serviço.

 

  • Produtividade:

  • corresponde à busca das melhores estratégias para executar o serviço de modo que venha a maximizar os recursos, reduzindo as despesas.

Ou seja, o que você pode deduzir depois de ter acompanhado esse avanço e evolução do Marketing? A Era Digital deu uma sacudida no modo como as relações acontecem. Sendo assim, os elementos mais estáticos (produto, praça, preço e promoção) precisaram ser complementados por elementos mais dinâmicos e capazes de complementar as suas estratégias para as novas exigências do mercado.

 

Quais os objetivos da Publicidade e do Marketing? Quais as melhores estratégias de Marketing Jurídico e Publicidade?

Agora que já entendemos que os conceitos são diferentes, fica fácil entender que os objetivos também são. Nós vamos- de tijolinho em tijolinho- construindo o seu entendimento sobre esse assunto. Quer ver?

O objetivo do Marketing é mais abrangente do que o da Publicidade. Isso porque ele se ocupa desde analisar o mercado até os resultados das vendas. São todas as estratégias para entender o que o mercado precisa como ele precisa e como você faz para entregar.

Já o objetivo da Publicidade está concentrado no P de promoção (lembra que vimos os 8 P’S do Marketing ?!). Ou seja, ela vai divulgar esse produto ou serviço para as pessoas e incentivá-las a compra-lo.

Agora vamos avançar mais um degrau para que você descubra o porquê é importante saber todos os dados acima mencionados. Partindo do fato de que Publicidade e Marketing não são a mesma coisa, não tem os mesmos objetivos. Você já parou para pensar que eles também podem ser diferentes quanto às limitações. Isso mesmo!

Dá uma olhada, tanto nas redações do Código de Ética, quanto no Provimento 94/2000 e tenta achar alguma limitação ao Marketing. Já adianto para você que não vai ter. Ou seja, as limitações são quanto à forma de convencer o seu potencial cliente a escolher os seus serviços. A seguir vamos entender melhor essas limitações e como você deve se posicionar da melhor forma quanto a isso.

 

E as limitações da Publicidade na advocacia?

As limitações da Publicidade são no sentido de que você não pode abordar seu cliente de forma direta para oferecer seus serviços, não pode utilizar meios massivos de divulgação do serviço em si. O que isso nos mostra? Que o foco da sua publicidade deve ser informativo (Artigo 39 do Código de Ética). Ou seja, informar seu potencial cliente a respeito dos seus dados, dos dados do seu escritório e dos dados da sua atuação (nicho/segmento/área).

Isso quer dizer que o P de Promoção do seu Marketing está restrito ao caráter informativo. No entanto, você não pode esquecer que o universo do Marketing é muito maior do que isso. Sendo assim, as limitações da Publicidade na advocacia são existentes, mas não impedem que você possua outras estratégias de Marketing.

Qual a lição que fica aqui? Você não deve nem tentar promover seus serviços da forma convencional, sob pena de estar incorrendo em captação de clientela e mercantilização da profissão. Segue comigo que vamos mapear uma estratégia bem bacana para você.

 

Quais as melhores estratégias de Marketing Jurídico e Publicidade?

Dentro do Marketing existe o Inbound Marketing que é o Marketing da Atração. O que acontece aqui é uma inversão de papeis. Isso porque é o potencial cliente que chega até o serviço, uma vez que é atraído pelo conteúdo que foi produzido.

Num primeiro momento ele não chega com o intuito de adquirir nada, mas através das estratégias ele será conduzido numa jornada para se tornar um potencial cliente ou evangelizador do serviço (se chama evangelizador a pessoa que mesmo não adquirindo o serviço, faz sua propaganda positiva).

Para você advogado essa é a melhor estratégia. Investir em inbound marketing aliado ao marketing de conteúdo. O primeiro é responsável por atrair um público qualificado e o segundo por manter.

 

E os benefícios? Quais são?

No mais completo Guia sobre Marketing Jurídico (aqui) você vai encontrar como se posicionar e executar algumas das estratégias que encontrará a seguir. No entanto, vamos focar aqui nos benefícios que elas trarão para você e para o seu negócio.

Antes, quero que você entenda o porquê vamos abordar esses tópicos. Dentro da estratégia de atrair e conquistar você precisar mesclar as formas de atração com a geração de conteúdo. Sendo assim, entenda a importância desde os mecanismos de busca (como você atrairá seu público) até a formação do conteúdo (como irá mantê-lo durante a jornada: de estranho à cliente). Existem muitos benefícios. Porém, selecionei os principais tanto com relação aos Mecanismos de Busca, quanto ao conteúdo.

Mecanismos de Busca

           

Melhora a visibilidade do seu negócio-

Além de melhorar a visibilidade você amplia o seu alcance. Imagina como se cada texto ou conteúdo seu fosse um veículo responsável para propagar as suas mensagens. Esses conteúdos ficam estrategicamente posicionados para serem encontrados através dos mecanismos de buscas.

Pense que no mecanismo de busca como um dos responsáveis por dinamizar a sua estratégia de Marketing. Ele é aquele mecanismo que faz o meio de campo na inversão dos papeis. Lembra que falei que no Marketing de Atração você atrai através do conteúdo. Pois então, o mecanismo de busca é a peça que faz essa conexão entre a pessoa que está procurando o seu conteúdo e você.

Aproxima você do seu público- É como se você jogasse milhares de iscas ao mar – ao mesmo tempo.  Para a advocacia essa possibilidade é a ideal. Isso porque o mecanismo de busca vai aproximar você de um público interessado, mas tudo através do seu conteúdo e da sua informação. Até porque num primeiro momento, não existe o interesse de contratação.

 

Conteúdo-

Influencia na aquisição- Aqui você ativa um gatilho muito poderoso que é o da reciprocidade. Toda vez que você fornece uma informação relevante para alguém, essa pessoa ficará tentada a retribuir. Sejam divulgando as suas informações, seja adquirindo o seu serviço quando necessário.

O grande benefício do conteúdo é deixar as suas informações em evidência. Ou seja, quando as pessoas que conhecerem o seu trabalho – através do Marketing de Conteúdo- precisarem do que você oferece, elas se lembrarão do seu nome.

Ajuda a se tornar referência no mercado- Quais as melhores estratégias de Marketing Jurídico e Publicidade?

Essa é uma consequência de produzir muito conteúdo e se portar como autoridade dentro do seu nicho/área/segmento. Quando as pessoas começarem a associar a sua figura a transformação que ocorreu na sua vida, a construção da sua imagem estará se formando.

Espero que este artigo tenha motivado você a ser um profissional diferenciado. Pense diferente! Saia da caixa! Já sabe?! Se essas linhas te abriram uma nova perspectiva, curte o texto, compartilha! Faz ele circular por aí. Forte abraço e até a próxima!

 

 

 

 

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Joana Salaverry

Joana Salaverry

Sou Joana Salaverry, fundadora do Portal PowerJus, educadora e advogada com pós em Políticas Criminais, e ajudo colegas advogados a conquistarem a realização profissional e o reconhecimento que merecem através do Empreendedorismo Jurídico.

mais artigos

Deixe um comentário

PowerJus © 2019 – Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: 

Em qual e-mail deseja receber o Livro Digital?

Nós respeitamos a sua PRIVACIDADE e nunca enviamos SPAM.