Quando os resultados aparecem? A importância de pensar no longo prazo na advocacia

Uma das maiores objeções para os advogados entrarem de vez para o empreendedorismo na advocacia é a dificuldade de pensar e lidar com o longo prazo. Isso porque, se você só focar nas contas que precisa pagar no final do mês a sua gestão além de catastrófica, não será lucrativa. Por isso a ideia desse texto: Quando os resultados aparecem? A importância de pensar no longo prazo na advocacia. O objetivo é orientá-lo para a melhor forma de lidar com o longo prazo.

Dados Estatísticos

Sendo assim, dá uma olhada nesse levantamento que a Época fez sobre a importância do empreendedor pensar a longo prazo. Foi realizado uma pesquisa com mais de 600 companhias nos EUA (durante os anos de 2001 a 2015). Os resultados revelaram que os empreendimentos que focaram no longo prazo obtiveram um crescimento médio de receita e de lucro respectivamente de 47% e 36% maiores do que as rivais que apostaram no curto prazo. Isso comprova que se você for imediatista na sua gestão, irá lucrar menos, simples assim.

O que fazer?

O indicado é que sua gestão seja estruturada no longo prazo. Por quê? Além de resultados mais consistentes, eles serão mais duradouros. Pense que quanto mais você planejar e plantar (aliado à execução), mais irá colher. Sendo assim, abaixo você encontrará algumas dicas que como lidar da melhor forma possível com o pensamento de longo prazo, enquanto empreendedor na advocacia.

Monte uma estratégia que contenha curto, médio e longo prazo

Muitas vezes o que desmotiva os empreendedores quando se fala em planejamento de longo prazo é que se pensa na exclusão das metas de curto e médio prazo. No entanto, isso é um erro. Afinal, você continuará pensando nos ganhos e gastos de curto prazo, mas irá agregar a isso uma visão de negócios mais duradoura.

Ou seja, você continuará pensando nas contas que deve pagar, mais irá se programar para ir muito além disso. Pense da seguinte forma: o curto prazo é o responsável por você pagar as contas e o médio e longo prazo são os responsáveis por você não precisar se preocupar com isso no futuro. Isso porque, ao estruturar um empreendimento de forma duradoura, sua visão irá muito além de pagar as contas. Você visará o lucro consistente e planejado.

Estabeleça metas viáveis

Um erro muito comum é associar- de forma errada- o ato de estabelecer metas de longo prazo com “pensar grande”. Muito cuidado aqui! Você deve pensar grande, porém, entenda que o longo prazo deve ser associado a metas viáveis. Não adianta de nada planejar metas fora da sua realidade. A solução aqui é investir em um Planejamento Estratégico bem estruturado para evitar frustrações.

Por fim, espero que este artigo tenha motivado você a ser um profissional diferenciado. Pense diferente! Entenda a  importância de pensar no longo prazo na advocacia. Saia da caixa! Já sabe?! Se essas linhas te abriram uma nova perspectiva, curte o texto, compartilha! Faz ele circular por aí. Forte abraço e até a próxima!

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Joana Salaverry

Joana Salaverry

Sou Joana Salaverry, fundadora do Portal PowerJus, educadora e advogada com pós em Políticas Criminais, e ajudo colegas advogados a conquistarem a realização profissional e o reconhecimento que merecem através do Empreendedorismo Jurídico.

mais artigos

Deixe um comentário

PowerJus © 2019 – Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: 

Em qual e-mail deseja receber o Livro Digital?

Nós respeitamos a sua PRIVACIDADE e nunca enviamos SPAM.